Artigos

Quando você se forma e se sente uma fraude

Quando você se forma e parece que esqueceu tudo o que aprendeu durante a faculdade. Começa a pensar "Será que eu realmente nasci para ser médico veterinário?"

Cinco anos de estudo intenso, com noites mal dormidas, livros, artigos, resumos e, enfim, você se forma médico veterinário. Segundo a legislação de nossa profissão, você estaria apto a inspecionar alimentos de origem animal, inspecionar estabelecimentos através da vigilância sanitária, trabalhar em laboratórios de microbiologia, patologia e afins, além de realizar cirurgias e clinicar em pequenos e grandes animais.

Mas o problema é que no primeiro dia após a formatura você não se sente bem. Parece que aqueles cinco anos de estudo passaram em um piscar de olhos, e que você não consegue lembrar de nada do que estudou. Você se pergunta a todo momento se sabe realmente usar aquele estetoscópio Littmann que ganhou de formatura com suor do trabalho de seus pais. Você se pergunta se realmente nasceu para ser médico veterinário. Você se sente uma fraude.

A insegurança e a incerteza sobre o futuro é inerente a todo ser humano, mas quando você se forma, parece que todas as perguntas do mundo caíram sobre você naquele exato momento. É quando você se forma que realmente “cai a ficha”. Nunca me esquecerei do primeiro paciente que atendi, com o esteto nas mãos, tremendo e pensando “nossa, EU sou o médico veterinário, esse paciente é MINHA responsabilidade. E agora, o que eu faço?!”. Às vezes parece que todos os seus colegas de turma sabem muito mais do que você, e te fazem sentir intelectualmente inferior.

A verdade é que nós não fomos preparados para nada do que estaria por vir após a formatura. Nós não somos preparados para o mercado de trabalho: nós somos jogados nele. E, junto com um turbilhão de emoções, sentimentos e incertezas, com o tempo vem a experiência, é isso que faz a diferença.

Calma, você não é uma fraude! Isso tudo faz parte do recém descoberto mundo adulto, e você apenas acabou de sentir um gostinho dele. Se você se dedicou durante a faculdade, a experiência e a segurança virão com o tempo, e só então começará a vivenciar o fantástico mundo da medicina veterinária!

Se ainda assim você se sentir inseguro, aprimore-se! Faça um estágio não remunerado, mesmo depois de formado. Trabalhe com alguém que possa te ajudar a ganhar experiência. Faça uma especialização ou até mesmo uma residência – ajuda muito! Quanto mais você se aprimorar, mais seguro ficará.

Você nunca se esquecerá do seu primeiro diagnóstico. Da primeira lambida de agradecimento por você ter tirado a dor de algum paciente. Do primeiro “Muito obrigado, você salvou a vida do meu filho!”. Eu tenho certeza que você será um ótimo médico ou médica veterinária. Afinal, insegurança faz parte do percurso, mas acreditar no seu sonho só depende de você! 😉

Previous ArticleNext Article
Criou o Vet da Deprê em 2011, quando ainda estava na faculdade. Hoje é Mestrando em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Londrina. Gosta muito de marketing digital, é cachorreiro nato e não dispensa um bom livro. Instagram: @lgcorsi