Luiz Guilherme Corsi

Criou o Vet da Deprê em 2011, quando ainda estava na faculdade. Hoje é Mestrando em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Londrina. Gosta muito de marketing digital, é cachorreiro nato e não dispensa um bom livro.

Carta de um cachorro ao seu humano

12027737_10205348652783868_3211004103280272045_nHumano, vejo que está chorando porque chegou meu momento de partir. Não chore, por favor, quero te explicar algumas coisas. Você está triste porque eu fui embora, e eu estou feliz porque te conheci. Quantos, como eu, morrem diariamente sem ter conhecido alguém especial

Os animais às vezes passam tanto tempo sozinhos a nossa própria sorte. Só conhecemos o frio , a sede, o perigo, a fome. Temos que nos preocupar em como conseguiremos algo para comer e aonde passaremos a noite protegidos. Vemos muitos rostos todos os dias, que passam sem nos olhar, e as vezes é melhor que nem nos vejam, antes de se darem conta que estamos aqui e nos maltratem.

Às vezes temos a enorme sorte que entre tantas pessoas passa um anjo e nos recolhe. Às vezes, os anjos vêm e são organizados em grupos, às vezes há outros anjos longe e enviam muita ajuda para nós. E isso muda tudo. Se necessário nos levam a outro tipo de anjo, que sabe muito, e nos dão remédios para nos curar.

Escolhem uma palavra que pronunciam cada vez que nos vêem. Um NOME. Eu acho que o que você diz, é que somos ‘especiais’, deixamos de ser anônimos, para ser um de muitos, e um de vocês. E conhecemos o que é um lar! Você tem ideia de como isso é importante para nós? Nós já não temos que ter medo, não temos mais fome, ou frio, ou dor, ou perigo.

Se você pudesse calcular o quão feliz que nos faz. Para nós qualquer casa é um palácio! Nós já não nos preocupamos se vai chover, se vai passar um carro muito rápido ou se alguém vai nos ferir. E, principalmente, não estamos sozinhos, porque nenhum animal gosta de solidão, o que mais se pode pedir?

Eu sei que te entristece a minha partida, mas eu tinha que ir agora. Quero te pedir que não se culpe por nada; te ouvi soluçar que deveria ter feito algo mais por mim. Não diga isso, fez muito por mim! Sem você não teria conhecido nada da beleza que carrego comigo hoje.

Você deve saber que nós, animais, vivemos o presente intensamente e somos muito sábios: desfrutamos de cada pequena coisa de cada dia, e esquecemos o passado ruim rapidamente. Nossas vidas começam quando conhecemos o amor, o mesmo amor que você me deu, meu anjo sem asas e com duas pernas.

Saiba que mesmo se você encontrar um animal que está gravemente ferido, e que só lhe resta apenas um pouquinho de tempo neste mundo, você prestará um enorme serviço ao acompanhá-lo em sua transição final. Como te disse antes, nenhum de nós gostamos de estar só, menos ainda quando percebemos que é hora de partir.

Talvez para você não seja tão importante que esteja ao nosso lado nos acariciando e segurando a nossa pata, mas isso nos ajuda a ir em paz. Não chore mais, por favor. Eu vou feliz. Tenho na lembrança o nome que você me deu, o calor da sua casa, que neste tempo se tornou minha. Eu levo o som de sua voz falando para mim, mesmo não entendendo sempre o que me dizia.

Eu carrego em meu coração cada carícia que você me deu. Tudo o que você fez foi muito valioso para mim e eu agradeço infinitamente. Não sei como dizer a você, porque eu não falo sua língua, mas certamente pode ver em meus olhos a minha gratidão.

Eu só vou pedir dois favores. Lave o rosto e comece a sorrir. Lembre-se que bom que vivemos juntos estes momentos, lembre-se das palhaçadas que fazia para te alegrar. Reviva como eu todo o bem que compartilhamos neste tempo. E não diga que não adotará outro animal porque você tem sofrido muito com a minha partida. Sem você eu não viveria as belezas que vivi. Por favor, não faça isso! Há muitos como eu esperando por alguém como você.

Dê-lhes o que você me deu, por favor, eles precisam assim como eu precisei de ti. Não guarde o amor que tens para dar, por medo de sofrer. Siga o meu conselho, valorize o bem que compartilha com cada um de nós, reconhecendo que você é um anjo para nós os animais, e que sem pessoas como você a nossa vida seria mais difícil do que às vezes é. Siga a sua nobre tarefa, agora cabe a mim ser o seu anjo.

Eu acompanharei você no seu caminho e te ajudarei a ajudar os outros como eu. Eu falarei com outros animais que estão aqui comigo, vou lhes contar tudo o que você tem feito por mim e eu vou apontar e dizer com orgulho: ‘Essa é a minha família’.

Hoje à noite, quando você olhar para o céu e ver uma estrela piscando quero que você saiba que sou eu piscando um olho, avisando a você que cheguei bem e dizendo-lhe ‘obrigado pelo amor que você me deu’.

Eu me despeço agora não dizendo ‘adeus’, mas ‘até logo’. Há um céu especial para pessoas como você, o céu para onde nós vamos e a vida nos recompensa tornando a nos encontrar lá.

Eu estarei te esperando!”

Fonte: Tom Masiero

Deprecast 03 – Minha história com a Medicina Veterinária

Sejam bem vindos ao Deprecast, o podcast do Vet da Deprê! Podcasts são como programas de rádio, só que disponibilizados online, onde os integrantes podem discutir sobre vários assuntos. E o melhor: vocês podem baixá-los para ouvirem onde quiser!

Neste terceiro podcast o médico veterinário Luiz Guilherme, criador do Vet da Deprê, conta sua trajetória sobre como conseguiu passar no vestibular de veterinária da UEL, para incentivar os pré-vestibulandos a não desistirem de seus sonhos!

Duração: 27 minutos. Data: 25 de agosto de 2016.

DOWNLOAD

(clique com o botão direito do mouse e “salvar como”)

Gostaria de aparecer no próximo programa? Envie um e-mail para contato@54.233.75.223 contando suas experiências quando recém-formado ou comentando alguma coisa relacionado a este programa! Ele poderá ser lido no Deprecast 03!

Citado no podcast:

Já estamos disponíveis no iTunes. Inscreva-se já no nosso feed para não perder nenhum episódio! 🙂

Palestra sobre Felinos e bate-papo sobre residência – VeteduKa Talk #01

Há algumas semanas atrás tive a oportunidade de participar de uma experiência muito legal: o VeteduKa Talk! A VeteduKa, que é uma empresa especializada em educação na veterinária, de Curitiba, me convidou para um bate papo muito legal sobre a residência na medicina veterinária. De quebra, ainda assistimos uma palestra incrível da veterinária Carolina Trochmann, com o tema “Obesidade felina: uma morte lenta e silenciosa que deve ser evitada!”.

E adivinha o melhor? Gravamos tudo para vocês! Foi uma experiência muito incrível e espero que todos vocês gostem. Se gostarem, não esqueçam de ir lá na página da VeteduKa e pedir por mais encontros destes! E gente, vou ser sincero, não entendo bulhufas de gatos e nem é muito minha praia, mas confesso que a palestra da Carolina foi a melhor aula de felins que eu já vi. Para quem gosta, é um prato cheio! Os vídeos estão ali embaixo ;).


Espero que tenham gostado! Sugestões para próximos encontros são sempre bem vindas aqui nos comentários e lá na página da VeteduKa! 🙂

Onco in Rio

Galera, é com muito prazer que convidamos todos os nossos leitores para o Onco in Rio, evento internacional sobre oncologia veterinária, que contará com diversos palestrantes de renome!

O congresso acontecerá nos dias 30 de setembro e 01 de outubro, no Rio de Janeiro. A programação está incrível, a participação vale muito a pena! O próprio Edgard estará lá, representando o Vet da Deprê, :).

Faça sua inscrição e veja a programação completa no site oncoinrio.com.br.