fbpx
Artigos, Humor

Que tipo de veterinário você é?

Nós sabemos que o que mais tem na veterinária é todo tipo de gente diferente. E é claro, que entram aí vários gostos diferentes, que moldam a personalidade do futuro veterinário logo durante a faculdade. Mas quais são estas diferenças? Eu sei, eu sei que não podemos generalizar e ficar falando do estereótipo de ninguém, mas vamos brincar, afinal, todo mundo conhece colegas assim! hahaha

Cachorreiro
Ahhh, esse com certeza é o tipo mais fácil de se achar em toda faculdade! Eu mesmo me considero um destes, que não pode ver um cachorro que já quer sair brincando, correndo e rolando na grama! Embora os cachorreiros prefiram os cachorros (derr), a grande maioria não liga de mexer com outros animais, se for o caso. Mas ainda assim, nós preferimos uma boa mordida do que uma arranhada!

Cowboy
Eeeita nóis, esse tipo também é muito frequente, principalmente em faculdades do interiorzão desse país! Sempre preferem lidar com bois, vacas, equinos e carneiros do que com pequenos animais, mas muitos não deixam de ter um pet do lado. Geralmente são caracterizados pela vestimenta, que não pode deixar de faltar o chapéu, a bota de couro, a fivela e o canivete na cintura!


Gateiro
Eu acho que a espécie felina é mais ou menos do tipo “Brasil na ditadura”: ame-a ou deixe-a (nem sei se essa palavra existe hahaha), porque os gateiros normalmente gostam de exclusividade. Gateiro que se preze pode até atender cachorro na sua clínica, mas 99,9% de seu tempo é dedicado aos felinos, e é deles que eles realmente gostam, e não abrem mão disso! Tem muita relação com o tipo zen, descrito logo mais.
Selvagens
O veterinário de selvagens, assim como os gateiros e os cowbóis, sabem bem o que querem e não desistem fácil de seus objetivos, afinal, é uma das áreas mais difíceis de seguir carreira dentro da vet. Mas ah, com certeza não é mais difícil do tirar sangue de uma cascavel, ou acertar um dardo naquele alvo, pode ter certeza! Gostam muito de roupas camufladas, botas cano alto estilo trekking e cintos do tipo mil e uma utilidades. Na verdade são bem parecidos com o tipo veterinário Bombril, pois sabem tudo de todas as espécies!

Vendedor
Existem pessoas que nasceram com tato para as vendas, mas eu infelizmente não fui uma delas, porque é uma das áreas mais promissoras da veterinária. Um vet do tipo vendedor geralmente é aquele que foi o mais extrovertido da turma, representante de turma e que agitou a comissão de formatura. Sempre está cheio das novidades e tendências para o mercado, e sempre está presente em todos os congressos e feiras, nem que seja para fazer amizades e contatos!
deus Professor Universitário
Professores universitários são os crânios do mundo veterinário. As novidades sempre passam pelas suas mãos, e são essas mãos que vão ensinar os mais jovens nas artes da medicina. Da mesma forma que são os profissionais mais aclamados do meio veterinário, confesso que alguns também são os mais odiados hehehe.  De todo jeito, é uma das áreas mais difíceis de nossa profissão, e com certeza merecem respeito, afinal, ninguém merece ficar aguentando adolescentes no pé o dia inteiro né? hehehe

C.S.I.
Esse tipo de veterinário é relativamente novo no Brasil, mas faz muito sucesso lá fora. Mais conhecido como Perito Veterinário, tem ganhado bastante espaço no cenário nacional, onde brigas de terra, gado, e várias outras disputas tem sido cada dia mais frequente. Peritos gostam muito (ou são obrigados a gostar) de patologia, necropsias e filmes policial (ou não, hehehe). São muito inteligentes e mestres em concursos públicos. Também vale para nossos queridos fiscais da inspeção de produtos de origem animal!
Cientista
Embora esse tipo seja muito parecido com o Professor Universitário, cientistas preferem muito mais pesquisar a dar aulas. Acho que se dependesse deles, ficariam apenas com a parte da pesquisa hehehe. Normalmente foram os mais inteligentes e motivados de sua turma, e provavelmente foram convidados para mestrado logo após terminarem a faculdade. Além de atuarem na vida acadêmica, existem aqueles que também atuam em pesquisas para a indústria, seja ela com nutrição, medicamentos e várias outras vertentes  :D.


Zen
Veterinários zen são aqueles que estão de portas abertas para as novidades do mercado “naturalista” em sua clínica, e que fazem o possível para a cura do seu animal, seja com homeopatia, acupuntura, florais e todas as outras alternativas possíveis de tratamento. São pessoas calmas e de bem com a vida!

Vet Estresse
Todos nós sabemos que nossa profissão pode ser muito estressante, mas algumas pessoas se superam! Independente da área escolhida para atuar, alguns veterinários acabam tendo o gênio muito forte e ficam estressados com qualquer coisa (leia-se proprietários e estagiários). Take easy guys!



São Francisco de Assis
Esse deve ser o tipo mais frequente nas faculdades de veterinária do país, todo mundo deve conhecer um devoto de São Francisco espalhado por aí haha! São pessoas que se doam de alma e coração em prol de todos os animais, mesmo que isso lhe custe o próprio conforto. Adoram cães, gatos, cavalos, bois, vacas, carneiros e todo tipo de bicho que existe. Sua kriptonita é quando aparece algum animal abandonado na rua, aí a pessoa não resiste e logo tenta achar alguém para doar!
Bombril
O tipo bombril vem perdendo adeptos ao longo dos anos, devido à elevada taxa de especialização que está ocorrendo no Brasil, mas ainda assim existem seus adeptos, principalmente nas cidades do interior. São veterinários pau pra toda obra, que tratam desde pinschers de madame até zebus de 1 tonelada. Geralmente tem grande vivência prática e são os mais conhecidos de sua região!


É isso aí galera, espero que tenham gostado da postagem, embora os desenhos não sejam nenhuma obra prima, deu um pouquinho de trabalho para fazer, hahaha! Novas sugestões são sempre bem vindas, mas e você, que tipo de veterinário você é, ou vai ser? Comente conosco :D!
Previous ArticleNext Article
Luiz Guilherme Corsi
Criou o Vet da Deprê em 2011, quando ainda estava na faculdade. Hoje é Mestrando em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Londrina. Gosta muito de marketing digital, é cachorreiro nato e não dispensa um bom livro. Instagram: @lgcorsi

20 Comments

  1. Os tipos que desvalorizam profissão que abandonei. São os Cowboys e os São Franciscos, desvalorizam a profissão o primeiro sendo ridículo começando pela vestimenta, gostam de se parecer com peões e conviver com os mesmos e são francisco é o governo que abre e financia mil faculdades fazendo as pessoas trabalharem de graça depois.

  2. Ahh eu acho que vou ser do tipo misturado (cachorreira, gateira e são francisco de assis) kkkk', não posso ver um animal na rua que quero pegar!

  3. Eu discordo acho que para ser um veterinário estilo são francisco tem que nascer com um amor pelos animais que poucos possuem! Em relação aos cowboys desvalorizam sim a profissão mas toda faculdade tem um desavisado!

  4. O veterinário não se faz pelo tipo de roupa que ele usa e sim pelo conhecimento que ele tem ou busca, quando nos infiltramos em um grupo de pessoas devemos estar cientes que é um meio de cultura, nem todos vem do mesmo lugar, com os mesmos contumes, ou com as mesmas maneiras de se vestir ou ser. A profissão não é determinada pela roupa que se usa. Isso pode-se chamar ignorância ou falta de conhecimento! A desvalorização não vem por uma vestimenta e sim por maus profissionais, inclusive aqueles que tendem a montar uma clínica e aceitam igualar preços por ter um outro veterinário próximo, sendo que ele deveria tentar se tornar melhor para poder cobrar mais.

    Com quem as pessoas decidem conviver isso é uma questão da vida particular de cada um, não tem nada a ver com o profissional haha..temos de saber respeitar todos os tipos de pessoas, afinal, os donos dos animais não serão todos iguais!

    Quanto aos São Franciscos, eu acho muito bom aquele que faz com amor e respeito aquilo que gosta.

    Existem pessoas que deveriam fazer um cursinho de ética para ter o conhecimento básico e o respeito necessário para uma graduação e conseguir MESMO se tornar um profissional de valor!!

  5. Acho que você está equivocado em sua colocação, pois um bom profissional não é feito pelas suas vestes, cada um usa aquilo que se sente bem. E essas pessoas em muitos casos são loucamente apaixonados pelos animais pois conviveram em sítios desde que são bem pequenos, e claro nutrem um amor enorme pelos animais. E os tais ditos São Francisco, na maioria das vezes se formam literalmente por amar a profissão e os animais. Antes de citar que alguém desvaloriza a profissão, pense nos excelentes Médicos Veterinários que se formam com suas vestimentas de "Cowboy".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *