fbpx
Artigos, Humor, Vídeos

Como dar um comprimido ao seu gato

Todos nós sabemos que gatos são criaturas muito estressadas simpáticas, mas que às vezes podem ficar um pouco irritadas, principalmente para aplicação de medicamentos. Sabendo desta dificuldade, o leitor Marcos Chrispim enviou um manual para a realização do procedimento que irá ajudar muito na hora de aplicar a medicação!
  1. Pegue o gatinho e aninhe-o no seu braço esquerdo como se segurasse um bebê, tendo o comprimido na palma da mão esquerda. Coloque o indicador e o polegar da mão direita nos dois lados da boquinha do bichano e aplique uma suave pressão nas bochechas. Quando o felino abrir a boca, pegue rápido o comprimido da palma da mão esquerda e atire-o lá para dentro. Deixe o gato fechar a boquinha e engolir.
  2. Recupere o comprimido do chão e o gato de detrás do sofá. Aninhe o gato novamente no braço esquerdo e repita o processo.
  3. Vá ao quarto buscar o gato e jogue fora o comprimido meio desfeito.
  4. Retire um novo comprimido da embalagem, aninhe o gato no seu braço, segurando firmemente as patas traseiras com a mão esquerda. Obrigue o gato a abrir a mandíbula e empurre o comprimido com o indicador direito até o fundo da boca. Mantenha a boca do gato fechada e conte até 10.
  5. Recolha o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-roupa. Chame a sua esposa para ajudar.
  6. Ajoelhe-se no chão, tendo o gato firmemente preso entre os joelhos. Segure as quatro patas. Ignore os rosnados ameaçadores do gato. Peça à sua esposa que segure firmemente a cabeça do bichinho com uma mão e force a ponta de uma régua para dentro da boca do gato com a outra. Ela deve deixar rolar o comprimindo pela régua e esfregar vigorosamente o pescoço do gato.
  7. Desça o gato de cima da cortina e retire outro comprimido da embalagem. Tome nota mental de que precisará adquirir outra régua e mandar consertar as cortinas. Cuidadosamente varra os cacos das estatuetas e dos vasos do meio da sala e guarde-os para colar mais tarde.
  8. Enrole o gato numa toalha grande e peça à sua esposa que se deite por cima de forma a que apenas a cabeça do gato apareça por debaixo do sovaco dela. Instale o comprimido na ponta de um canudinho, obrigue o gato a abrir a boca e mantenha-a aberta com um lápis atravessado. Assopre o comprimido do canudinho para dentro da boca do gato.
  9. Consulte a bula para verificar se comprimido de gato faz mal a ser humano. Tome uma cerveja para lavar o gosto da boca. Faça um curativo no antebraço da sua esposa e remova as manchas de sangue do carpete com água fria e sabão.
  10. Retire o gato do galpão do vizinho. Pegue outro comprimido. Abra outra cerveja. Coloque o gato dentro do armário e feche a porta até o pescoço de forma que apenas a cabeça fique de fora. Force a abertura da boca do gato com uma colher de sobremesa. Jeitosamente, utilize um elástico como atiradeira para lançar o comprimido pela garganta do gato.
  11. Procure uma chave de fenda e ponha a porta do armário novamente no lugar. Tome a cerveja. Procure uma garrafa de cachaça. Tome um traguinho. Aplique uma compressa fria na bochecha e verifique a data da sua mais recente vacina contra tétano. Aplique uma compressa de cachaça na bochecha para desinfetar. Tome mais um traguinho. Jogue a camiseta no lixo e procure outra no quarto.
  12. Ligue para os bombeiros, pedindo que venham retirar o desgraçado do gato lá de cima da árvore do outro lado da rua. Peça desculpas ao vizinho que se machucou ao tentar desviar-se do gato em fuga. Retire o último comprimido da embalagem. 
  13. Amarre as patas da frente às patas de trás desse danado e prenda-o firmemente à perna da mesa de jantar. Nas mãos, ponha luvas de couro. Do quintal, puxe a mangueira. Empurre o comprimido para dentro da boca da besta, seguido de um pedaço de carne. Segurando firmemente a cabeça desse terror felino, mande-lhe meio litro de água goela abaixo, para que o comprimido desça.
  14. Tome o que sobrou da cachaça. Peça à esposa que o leve ao pronto-socorro mais próximo. Agüente firme enquanto o médico lhe costura os dedos e o antebraço e retira os restos do comprimido de dentro do olho direito. Lembre-se: “homem não chora”. A caminho de casa, use o celular para falar com as casas de móveis para se informar sobre o preço de uma nova mesa de jantar. 
  15. Peça à Liga de Proteção aos Animais que mandem um funcionário com urgência para recolher o raio desse bichinho mutante. Ligue para a loja dos animais e pergunte se eles têm cachorrinhos para vender…


 

E aí, aprenderam tudinho? Não vão fazer feio na frente dos proprietários hein! hahahaha
Mas falando sério agora, existe um vídeo muito bom no youtube que ensina a administrar comprimidos à gatos, deem uma olhada!

 

Previous ArticleNext Article
Luiz Guilherme Corsi
Criou o Vet da Deprê em 2011, quando ainda estava na faculdade. Hoje é Mestrando em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Londrina. Gosta muito de marketing digital, é cachorreiro nato e não dispensa um bom livro. Instagram: @lgcorsi

11 Comments

  1. Boa noite, teve uma vez que eu tive que dar um comprimido para minha gata, eu dilui em um pouco de água, botei em uma seringa e dei, devagarzinho. Tem algum problema fazer isso?
    Andressa Alves

  2. HAHA minha gata precisa de anestesia pra gente conseguir tirar da caixinha de transporte…. impossível dar comprimido com essa calma….

  3. é só amassar o comprimido até farelo e misturar com rações pastosas! Isso se o comprimido não for muito grande. Quando isso não dá certo, utilizo a tecnica de pendrer o gatinho no joelho mesmo! 😉 haha

  4. Eu macero o comprimido e misturo com manteiga, melo as patinhas do meu gato e espero ele lamber tudo pra ficar limpo husahsua funciona!

  5. Gente, tem q ver que depende do remedio… Se vc quebra o medicamento que era encapsulado ou revestido para ser absorvido no intestino e nao no estomago, TEM MUITO PROBLEMA SIM, vc acaba de inativar o remedio! Cuidado com as dicas generalizadas colegas vet!

  6. Cortar a ponta de uma seringa de insulina, e fazer um pequeno corte longitudinal, segurar o gato pelo cachaço e introduzir o comprímido com ajuda da seringa no fundo da garganta. Funciona em 90% dos casos.

  7. Meus gatos são todos tontos… Como eles nunca precisaram de remédio pesado, quase sempre a prescrição era de meio comprimido (sempre vermífugo XD). Então eu jogava no meio do Whiskas Sache, e só ficava vigiando eles comerem (porque eles gostam de revezar os potinhos :P) Nunca deu mais trabalho do que alguns minutos de vigilância hehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *